Problemas na Tireoide, e agora?


O que é a tireoide e por que ela é tão importante?

A tireoide é uma glândula em formato de borboleta que fica localizada na parte anterior do pescoço, logo abaixo do famoso “gogó”.


Ela age na função de órgãos importantes como coração, cérebro, figado e rins, interfere no crescimento e desenvolvimento das crianças e adolescentes, na regulação dos ciclos menstruais, na fertilidade, no peso, na memória, na concentração, no humor e no controle emocional.


É fundamental que ela esteja em perfeito estado de funcionamento para garantir o equilíbrio e a harmonia do organismo (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia). Comparada a outros órgãos do corpo humano, a tireoide é relativamente pequena. Ela também é responsável pela produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), que atuam em todos os sistemas do nosso organismo.


O grande lance é que esses dois hormônios são responsáveis pelo metabolismo, ou seja, o modo como o organismo armazena ou gasta energia, sendo que as alterações se manifestam de 3 maneiras principalmente:

  1. Hipertireoidismo: produção em excesso de hormônio

  2. Hipotireoidismo: quando o seu funcionamento é comprometido pela pouca produção de hormônio, causando aumento de peso, ciclo menstrual irregular, retenção de líquidos , esquecimento, depressão, entre outros sintomas.

  3. Tireoidite de Hashimoto: seria a “versão autoimune” da disfunção da tireoide, ou seja, o próprio corpo combate a glândula como se ela fosse um corpo estranho que precisasse ser acabado.


Cuidados com a tireoide


É cada vez mais frequente as pessoas que chegam ao consultório apresentando problemas na tireoide, o que afeta diretamente a qualidade de vida e saúde.


De modo geral, cuidar da saúde da tireoide não deve ser algo tão difícil quando nos referimos a alimentação. Apesar de não ser algo complicado, muitas pessoas ainda tem dificuldade em colocar mais atenção em sua alimentação e na qualidade do alimentos ingerido.


Alguns nutrientes presentes em alguns alimentos ajudam na regulação da glândula, tais como:

  • Omega 3: chia, linhaça e peixes ricos em gordura como salmão, sardinha e atum;

  • Selênio: castanhas especialmente do Brasil e amêndoas, assim como cogumelos;

  • Iodo: peixe, frutos do mar e ovos;

  • Zinco: Ostra, frutos dos mar, carne, semente de abobora, amêndoa, amendoim, feijão.

De modo geral, você que apresenta problemas de tireoide deve prestar muita atenção a alguns detalhes como:

  • Tirar a sucralose, adoçantes artificias e derivados da soja de sua vida, pois podem afetar negativamente o bom funcionamento da glândula;

  • Evitar o consumo diário de couve, brócolis, couve flor, repolho, pois podem dificultar o funcionamento da glândula ( fale com o seu nutri para ele adequar ao seu caso, com especial atenção ao consumo do suco verde sem orientação – procure variar os ingredientes);

  • Mantenha uma atividade física regular, que ajuda a evitar picos de estresse;

  • Evite o máximo possível o consumo de açúcar e derivados, assim como o álcool. Deixe para momentos MUITO especiais

  • Cuide do seu intestino. Faça um consumo adequado de fibras e especialmente de água. Uma disbiose intestinal pode piorar os sintomas das tireoidites.

As vezes você está com alguns sintomas e não consegue explicar o porquê de seu metabolismo não estar te ajudando. Procure ajuda, você pode estar com alguma disfunção de tireoide!


Daniela Muniz Nutricionista

Esp. Nutrição Esportiva

daniela@docevida.ntr.br

41 visualizações

Horário especial de atendimento

(durante o período de enfrentamento do

novo coronavírus)

Seg a sex das 9h às 18h

Sábado das 8h30min às 12h

ESTACIONAMENTO EMPORIUM

Rua Tereza Cristina, 270

Estreito - Florianópolis - SC