Horário de atendimento:

Seg a sex das 8h às 19h

Sábado das 8h30min às 12h

ESTACIONAMENTO EMPORIUM

Rua Tereza Cristina, 270

Estreito - Florianópolis - SC

Quetiapina e Mirtazapina - Aumento do tempo total e da qualidade do sono


Efeitos Sedativos da Quetiapina e Mirtazapina na Insônia

Estudo Comprova Aumento do Tempo Total e a Qualidade do Sono

com Baixas Doses de Mirtazapina e Quetiapina

Uso Off-label de Mirtazapina e Quetiapina

A insônia é uma condição altamente prevalente na população em geral. Ela é definida como uma dificuldade persistente com início, duração, consolidação e/ou qualidade do sono que ocorre apesar das suas oportunidades e circunstâncias adequadas.

Está associada com o desenvolvimento de diversos problemas de saúde, como doenças cardíacas e é um fator de risco considerável para o início e recaída de vários transtornos psiquiátricos, como Transtorno Depressivo Maior.


Estudo epidemiológicos mostram um aumento nas prescrições off-label de baixas doses de antidepressivos sedativos e antipsicóticos no tratamento da insônia.

Mirtazapina e Quetiapina

Na prática clínica, a mirtazapina e a quetiapina são frequentemente prescritos off-label para insônia, isolados ou associados para, por exemplo, contrariar os efeitos perturbadores do sono promovidos por alguns antidepressivos.

Mirtazapina

Antidepressivo tetracíclico aprovado pelo Food and Drug Administration para o tratamento do Transtorno Depressivo Maior.

Promove sedação, principalmente, através do bloqueio seletivo dos receptores histaminérgicos H1 e do antagonismo dos receptores pós-sinápticos 5HT2A e 5HT2C (Savarese et al., 2015).

Quetiapina

Antipsicótico atípico, recomendado para o tratamento da esquizofrenia e transtornos de humor.

Seu efeito adicional sedativo é promovido pelo antagonismo dos receptores de histamina H1 e serotonina tipo 2A (Anderson e Vande Griend, 2014).

Nesse estudo randomizado, duplo-cego, cross-over e placebo-controlado, Karsten et al. (2017) avaliaram os efeitos da quetiapina e mirtazapina no sono normal e perturbado pelo estresse acústico, como modelo para insônia transitória.

Um total de 19 homens saudáveis sem queixas de sono completaram 3 sessões de tratamento. Cada sessão consistia em 3 noites consecutivas e abordava um tratamento a seguir:

A primeira noite de cada sessão consistia em adaptação, a segunda em um tratamento e a terceira em tratamento e estresse acústico durante toda a noite para modelar a insônia transitória.

Resultados:

  • Sob estresse acústico, os tratamentos com mirtazapina e quetiapina aumentaram o tempo total de sono em meia hora e reduziram o número de despertamentos em 35% a 40% em comparação com o placebo;

  • Enquanto a quetiapina aumentou especificamente a duração do sono de movimento não-rápido dos olhos (NREM), em seu estágio não REM 2 (N2), mirtazapina aumentou principalmente o estágio de sono profundo não REM 3 (N3);

  • Os indivíduos reportaram que a mirtazapina e quetiapina facilitaram o sono e melhoraram a qualidade do sono.

Conclusão:

Mirtazapina e quetiapina melhoraram a continuidade do sono e o tempo de sono total em um modelo de insônia transitória.

FORMULÁRIO 1

Formulações Eficazes no Gerenciamento da Insônia

Cápsulas de Trazodona

Administrar 1 cápsula ao dia ou conforme a orientação médica.

Zolpedim em Filme Orodispersível

Administrar 1 lâmina 30 minutos antes de dormir ou conforme orientação médica.

Quetiapina Para Melhorar o Tempo Total de Sono

Quetiapina Para Melhorar o Tempo Total de Sono

Trazodona e Inibidores Seletivos da Recaptação de Serotonina (ISRS)

Administrar 1 cápsula ao dia ou conforme a orientação médica.

Kaynak et al. (2004) conduziram um estudo cruzado e duplo-cego para avaliar os efeitos da trazodona nas medidas objetivas e subjetivas do sono em pacientes com insônia, deprimidos e tratados com ISRS. De acordo com os resultados, a trazodona promoveu aumento significativo no tempo total de sono, do percentual de estágios 3+4 e do índice de continuidade do sono, além de redução na porcentagem do estágio 1 e no número de despertares quando comparados com a linha base.

FORMULÁRIO 2

Formulações para Redução do Estresse e Melhora da Qualidade do Sono

Alívio do Estresse e Melhora da Qualidade do Sono

Administrar 1 cápsula ao dia ou conforme orientação médica.

  • Os resultados de um estudo conduzido por Miyake et al. (2014) mostraram que a suplementação de L-ornitina teve um efeito favorável sobre a resposta do cortisol, como um marcador objetivo do estresse, na melhora do humor e qualidade do sono relacionada à fadiga, bem como em sentimentos subjetivos derivados do estresse. Dessa forma, pode-se concluir que a L-ornitina é um tratamento eficaz para alívio do estresse e melhora da qualidade do sono.

Cápsulas de Serenzo™

Administrar 1 cápsula ao dia ou conforme orientação médica.

  • Um estudo realizado pelo fabricante (Bio Serae Laboratories) comprovou que a administração de 500 mg por dia de Serenzo™ é capaz de promover a redução dos sintomas do estresse e melhorar o humor dos pacientes 3 horas após a administração, assim como reduzir os fatores inflamatórios induzidos pelo estresse.

Para mais informações, fale conosco:

Telefone: (48) 3344-6060

E-mail: emporium@emporiumfarmacia.com.br

Whatsapp: (48) 99162-7722

Deseja baixar este documento?

CLIQUE AQUI

Conteúdo exclusivo para a área médica.

#ConteúdoExclusivo

504 visualizações